Ricciardo sugere que a F1 use pneus hipermacios em todos os GPs

Daniel Ricciardo sugeriu a Pirelli, fornecedora de pneus da Fórmula 1, permitir que seu composto mais macio seja utilizado em todas as corridas.

“Eu não sei porque não podemos ter o hipermacio em todas as corridas. Ou pelo menos nos qualificarmos e talvez descobrimos depois o que fazer. Mas pelo menos teríamos um pneu de qualificação e depois maiores diferenças na corrida, para criar um pouco mais de oportunidade”, disse piloto da Red Bull.

O novo pneu da Pirelli – hipermacio – fará sua estreia no próximo GP de Mônaco, mas Ricciardo acredita que, se estivesse disponível durante toda a temporada, isso acrescentaria um maior elemento de imprevisibilidade às corridas.

“Para os seis primeiros, já era óbvio desde sexta-feira (no GP em Barcelona) que iríamos nos classificar no macio (no Q2, para começar a corrida naquele composto) e tentar fazer uma parada com o (pneu) médio. Isso não é segredo”, explicou o australiano, que sugere que o hipermacio traria “mais opções e mais surpresas”.

A Pirelli vem enfrentando uma crescente insatisfação, com a falta de diferenciação significativa entre os pneus, escolhidos para os finais de semana. Embora cada um dos compostos seja considerado um “grau” mais macio do que no ano passado, durante o fim de semana do GP da Espanha, a diferença no tempo de volta entre os macios e supermacios foi estimada em apenas 0,3s.

Romain Grosjean, piloto da Haas, esteve entre os mais sinceros críticos do composto supermacio: “Não é correto que nós vamos mais rápido no (pneu) macio. Isso só mostra que não é exatamente o que deveria ser. O super deve ir mais rápido – obviamente você espera mais degradação, o que você tem, mas é apenas um pneu mais difícil de pilotar”, disse o francês.