Ricciardo: “Red Bull precisa de ‘grande passo’ para me manter”

Daniel Ricciardo diz que a Red Bull precisa dar um grande passo à frente na próxima temporada para convencê-lo a permanecer na equipe após 2018.

O australiano liderou o time sênior da Red Bull desde que foi promovido da Toro Rosso na temporada de 2014, e se contrato atual vai até o final do ano que vem.

“Com certeza, eu passei por uma fase impaciente e ainda estou no limite disso – porque não quero deixar a Fórmula 1 sem um campeonato”, declarou o australiano ao site ‘Autosport’ em um evento promovendo seu empreendimento Ricciardo Kart.

“Pelo menos no momento, ainda acredito que posso fazer isso. Estou ansioso para provar o mais cedo possível. Achei que teríamos uma chance realmente boa neste ano, mas acabou não sendo o caso”.

“Precisa acontecer com a Red Bull no próximo ano – pelo menos do meu ponto de vista. Já estou aqui há algum tempo e creio que precisamos dar um passo maior em 2018 do que neste ano para eu me convencer de que posso vencer com eles”.

Ricciardo fez duas temporadas completas na Toro Rosso antes de ir para a Red Bull, e ele afirmou que vencer um campeonato “completaria a história”.

“Se quero vencer com eles (Red Bull)? Com certeza. Seb (Vettel) conseguiu completar o feito – ele é o único. Portanto, eu adoraria fazer isso. Mas vamos ver. Quero uma oportunidade de poder vencer a cada semana enquanto acredito que ainda estou no auge”.

A Ferrari só se comprometeu com Kimi Raikkonen para 2018 e a Mercedes apenas tem Valtteri Bottas, cuja extensão de contrato foi anunciada nesta quarta-feira, e Lewis Hamilton está inscrito até o final do próximo ano também.