Resposta ágil livrou o motor de Raikkonen em Melbourne

A Ferrari espera que o trabalho ágil realizado para apagar o incêndio no carro de Kimi Raikkonen no GP da Austrália permita que a unidade de potência seja usada também no Bahrain.

Raikkonen entrou nos boxes com chamas saindo da entrada de ar quando estava em terceiro lugar, o finlandês foi imediatamente avisando para desligar o motor e abandonar.

Uma análise mostrou que o motor de combustão interna não foi danificado pelas chamas, que também foram rapidamente apagadas pelos fiscais.

Como resultado, a Ferrari não planeja trocar o motor, mas vai avaliar a situação ao longo do fim de semana. Com a corrida de domingo acontecendo no final da tarde, o motor não será exposto a temperaturas tão extremas.

A Ferrari diz que uma falha no turbo provocou o abandono, e planeja fazer uma troca antes do fim de semana. Será o segundo turbo de Raikkonen, mas dentro de sua alocação de cinco para a temporada, portanto ele não sofrerá nenhuma punição.