Renault irá usar novo MGU-K nos testes do Bahrain

A Renault planeja testar um MGU-K revisado nos testes da Fórmula 1 que acontecem semana no Bahrain com o objetivo de utilizá-los  no GP da Rússia.

A preocupação com a confiabilidade do novo MGU-K nos testes de pré-temporada levou a Renault a adotar uma estratégia ‘sem risco’ na corrida de abertura, voltando à especificação do ano passado para sua equipe de fábrica, assim como para seus clientes: Red Bull e Toro Rosso.

A especificação mais antiga é 5 kg mais pesada e requer uma ‘garrafa’ de ar de  aproximadamente 1 kg extra para seu resfriamento.

Após as pesquisas na fábrica de motores da Renault em Viry, a fabricante francesa trouxe uma versão revisada para ser usada durante o teste de dois dias no Bahrain, que começa na terça-feira.

O diretor-executivo da Renault, Cyril Abiteboul, disse à ‘Autosport’ que a equipe de fábrica irá usá-lo no Bahrain, mas “cabe às equipes clientes decidirem” se elas também o farão.

“De acordo com todos os testes desta semana, a sua introdução pode ser em Sochi”, disse ele. “O MGU-K pode estar de volta à pista com bastante rapidez.”

“Isso vai ajudar um pouco com o peso e com o chassis, então por todas essas coisas é bom tê-lo de volta. Também será bom ter a configuração completa de 2017.”