Red Bull surpresa com o seu ritmo nesta sexta em Sakhir

Daniel Ricciardo admitiu que o ritmo da Red Bull durante o primeiro dia de treinos livres para o GP do Bahrain “não faz sentido”.

A equipe austríaca espera lutar pelos títulos mundiais em 2017, mas começou a temporada significantemente distante das líderes Mercedes e Ferrari.

Na Austrália, Max Verstappen terminou 1.297s atrás do tempo da pole-position de Lewis Hamilton, enquanto Ricciardo ficou 1.355s atrás na China.

No entanto, durante a segunda sessão desta sexta-feira no circuito de Sakhir, Ricciardo ficou próximo de Sebastian Vettel (Ferrari) e Valtteri Bottas (Mercedes), terminando apenas 0.066s atrás, em terceiro.

Tendo abordado o fim de semana admitindo que a Red Bull não tem uma solução do dia para a noite do seu déficit, Ricciardo expressou surpresa com o seu ritmo.

“Se fosse o treino classificatório eu pegaria isso, por agora”, disse Ricciardo. “Não estou fazendo muito a leitura sobre as quantidades de combustível. No momento parece bom, mas não faz muito sentido comparado à semana passada, então vamos nos reservar”.

“Mas, de modo geral, foi um bom dia, com muitas voltas”.

Verstappen, que terminou em oitavo, depois de acertar a “asa em T” que caiu do carro de Bottas, também ficou confuso com o ritmo da Red Bull nesta sexta-feira.

“É um pouco estranho”, comentou. “Vejamos… bem, pelo menos do outro lado da garagem estamos competitivos”.

“Ainda estamos sofrendo um pouco. Andamos com duas configurações diferentes no carro, mas ainda não estou totalmente feliz com isto, então veremos o que acontece amanhã”.

A Mercedes (66 pontos) lidera a Ferrari por um ponto no Mundial de Construtores, com a Red Bull 28 pontos atrás na terceira posição.