Red Bull em contradição sobre atualização de Verstappen: “Pensamos que a diferença era mínima”

A Red Bull afirmou que não contou para Daniel Ricciardo sobre a atualização de Max Vetstappen no GP dos EUA pois considerava “uma diferença mínima” entre as especificações do motor, depois que o australiano afirmou só ter descoberto a informação pela mídia.

Verstappen recebeu um novo motor da Renault, que apresenta peças do desenvolvimento para 2018, durante o fim de semana do Grande Prêmio dos Estados Unidos.

As melhoras foram estimadas em até dois décimos de segundo, e Ricciardo foi pego de surpresa após a qualificação quando viu a vantagem de seu companheiro de equipe.

A falta de conhecimento de Ricciardo sobre a situação do motor provocou teorias da conspiração sobre a Red Bull estar favorecendo Verstappen, especialmente com um novo contrato de longo prazo assinado pelo holandês.

Mas a equipe disse que nunca pensou em mencionar a situação da atualização para Ricciardo poque não acreditava que obteria um ganho considerável com a nova unidade de potência.

“É muito difícil para nós medir a diferença”, disse o chefe da Red Bull, Christian Horner.

“A Renault apenas disponibilizou um motor para cada equipe e Max foi o escolhido para a troca.

“A intenção com Daniel, e ainda é a intenção, é não ter que tomar uma penalidade entre agora e o fim da temporada”.

Perguntado se “não falar nada para Ricciardo” foi uma tentativa de manter escondida a atualização, Horner disse:

“A atualização é muito pequena. Não conseguiríamos medir a diferença.”