Red Bull confirma problema na caixa de câmbio de Verstappen

A Red Bull confirmou que um problema na caixa de câmbio causou o abandono de Max Verstappen durante o GP dos EUA.

Verstappen sofreu uma falha ao sair do hairpin depois da volta 31, e inicialmente levava seu carro para os boxes antes de a sua equipe pedir para que ele parasse.

Apesar de ter achado um espaço entre as barreiras de proteção, os fiscais não conseguiram empurrar seu carro, fazendo com que a direção de prova ativasse o Safety Car Virtual.

O companheiro de Verstappen, Daniel Ricciardo, que tinha parado nos boxes havia pouco tempo, acabou levando a pior, pois a dupla da Mercedes acabou ganhando pit-stops “grátis”.

“Assim que saí coloquei no neutro e o carro então ficou travado; normalmente você pode apertar um botão, e isto aparentemente não funcionou”, comentou o jovem holandês depois da corrida.

“Por isso o Safety Car Virtual aconteceu. Caso contrário eles poderiam ter empurrado”.

Verstappen falou sobre dois outros momentos durante sua corrida, o primeiro quando ele afirmou que ele não estava correndo pela quarta posição depois de ser avisado para tomar cuidado dos pneus atrás de Kimi Raikkonen.

“Como um piloto você sempre quer ir para frente, e por isso eu passei o Kimi”, disse. “Uma vez que cheguei em Nico foi difícil fazer a aproximação final. Ele também estava no vácuo do Daniel (Ricciardo). Você fica preso atrás e não pode fazer sua própria corrida. Eu aliviei um pouco para economizar os pneus e funcionou muito bem”.

Ele também fez seu segundo pit-stop quando seus mecânicos ainda não estavam prontos.

“Eles me disseram para pisar fundo na volta anterior e pensei que era uma indicação de ir para os boxes”, revelou. “Eu fui para o pit-lane (no final da volta) e percebi que não era para parar. Foi definitivamente minha culpa e não foi muito inteligente, mas, por fim, não fez diferença no resultado final”.