Red Bull afirma que ‘proibição da suspensão’ não influenciou no seu resultado em Melbourne

A Red Bull insiste que a proibição da Fórmula 1 dos sistemas de suspensão inteligentes não influenciou seu desempenho no GP da Austrália em Melbourne. A Red Bull ficou atrás de Mercedes e Ferrari, como previsto durante os testes de pré-temporada.

Max Verstappen e Daniel Ricciardo estavam a cerca de meio segundo do ritmo em Melbourne, com dificuldades nos ajustes e falta de potência no motor Renault.

Antes dos testes de pré-temporada, a FIA emitiu uma forte repressão aos sofisticados sistemas de suspensão que levaram a Mercedes e a Red Bull a remover os conceitos que estavam avaliando para 2017.

Mas quando foi sugerido à Christian Horner, da Red Bull, que a decisão tinha afetado mais sua equipe já que ela tinha um sistema mais sofisticado, ele respondeu: “Eu não acredito nisso”.

“O sistema de suspensão que foi banido foi algo que procuramos desenvolver durante o inverno. E, para ser honesto com você, mesmo se tivéssemos a capacidade de usá-lo, não iria para o carro por causa do peso”.

“Nós estamos tão eficazes agora como estivemos em temporadas anteriores”.