Red Bull abandona projeto “aeroscreen” depois de falhar nos testes

O progresso com o conceito “aeroscreen” da Red Bull parou. A FIA está avançando com outra proteção do cockpit, o “halo”, para o próximo ano, mas permaneceu com mente aberta sobre continuar a desenvolver o conceito estilo pára-brisas da Red Bull para o futuro.

Isso porque nos testes de colisão da FIA com o “aeroscreen”, a cabeça do manequim fez contato com a tela em um impacto frontal, segundo a revista alemã ‘Auto Motor und Sport’. A FIA pediu à Red Bull para continuar a desenvolver o conceito, mas o chefe Christian Horner disse que terá que colocá-lo em banho-maria por agora.

“Temos muitos outros projetos no momento”, disse ele, com o relato alegando que Red Bull já gastou 250 mil euros no “aeroscreen”.

“Estamos trabalhando nos carros de 2016 e 2017 e no carro de teste para os pneus mais largos da Pirelli, que precisa estar pronto para a primeira semana de agosto, então estamos em plena capacidade”, acrescentou Horner.