Presença em evento pode tirar Hamilton do GP de Mônaco

Mais um rumor estranho está circulando na Fórmula 1 antes do GP de Mônaco deste fim de semana.

O jornal italiano ‘Corriere dello Sport’ publicou que ‘algo misterioso’ envolvendo a presença de Lewis Hamilton no evento em Cannes na semana passada poderia tirar o campeão mundial da corrida de Monte Carlo.

A história pode estar ligada com o fato de Pascal Wehrlein ter sido chamado no último minuto pela Mercedes para testar em Barcelona na quarta-feira passada.

“Sim, eu estaria pronto”, declarou Wehrlein à ‘Sky Italia’ depois de seu dia de testes ao ser questionado se está pronto para uma vaga de titular na equipe prateada.

O jovem alemão admitiu que ficou surpreso por ter sido chamado, pois recebeu o telefonema às 8 da noite de terça-feira e só estava com seu capacete com os patrocinadores da Manor.

A publicação italiana não deu nenhum detalhe a respeito do suposto incidente em um clube noturno de Cannes, dizendo apenas que poderia envolver “fotografias roubadas”.

Outra importante revista italiana, ‘Autosprint afirmou que o incidente ocorreu no Gotha Club de Cannes, relatando também que os chefes da Mercedes já não estavam felizes com Hamilton por ele ter se recusado a testar em Barcelona.