Pirelli tem seu programa de desenvolvimento de 2017 aprovado

Uma proposta para permitir à Pirelli mais tempo de testes na pista para desenvolver neste ano seus pneus de 2017, foi aprovada pela Comissão de Fórmula 1.

Com mudanças significativas sendo planejadas, a Pirelli queria garantir que teria tempo suficiente e testes para preparar os novos pneus do próximo ano.

Depois de uma votação nesta segunda-feira, a Comissão de F1 aprovou a proposta da Pirelli para testar as melhorias para 2017.

Como resultado, o número de dias de teste, o que na atual regra é de 12, mais do que duplica para 25 dias.

A mudança agora requer a ratificação do Conselho Mundial de Automobilismo, na próxima quarta-feira.

Conforme informado, entende-se que o programa de testes de 2016 será em duas fases. Na primeira vai ser usado um carro anterior a 2015 que permitirá à Pirelli fazer um trabalho conceitual sobre tamanhos atuais de pneus, mas com o objetivo de aplicar a tecnologia de 2017.

No final de julho ou início de agosto, a Pirelli irá então mudar para um carro híbrido de 2015 modificado para o pacote aerodinâmico de 2017.

Cinco equipes concordaram em fornecer um carro de 2015 para modificação, sendo a Ferrari, Mercedes e Red Bull, e, em seguida, dois outros entre a Williams, McLaren e Force India.

Na sequência do acordo, acredita-se que a Pirelli e a FIA estão também já definindo a assinatura do contrato de 2017-2019, mais de seis meses depois da fabricante italiana ter sido confirmada como fornecedora.