Pirelli faz suas previsões para o GP da China

O imponente circuito de Xangai é amplo e veloz, com muitas oportunidades de ultrapassagens, que frequentemente faz com que as corridas sejam interessantes. Pela terceira vez neste ano, o P Zero Branco médio, o P Zero Amarelo macio e o P Zero Vermelho supermacio foram escolhidos.

 

O CIRCUITO DO PONTO DE VISTA DO PNEU:

  • As condições climáticas são quase sempre imprevisíveis, o que afeta diretamente o comportamento dos pneus.
  • Como resultado, pode ocorrer granulação quando está frio, particularmente nas sessões que acontecem mais cedo.
  • Cerca de 80% da volta é feita de curvas, o que significa que as cargas laterais são um fator crucial.
  • Os pneus dianteiros recebem mais cargas que os traseiros, devido principalmente às curvas de alta.
  • Os pintos cruciais são a Curva 1, que é quase um círculo completo, e a Curva 13, que é inclinada.
  • Os pilotos também devem evitar que as rodas girem em falso nas saídas das curvas, para minimizar o desgaste na traseira.

 

OS TRÊS COMPOSTOS ESCOLHIDOS:

  • Médio branco: um composto de baixa gama de trabalho e um dos mais versáteis.
  • Macio amarelo: um composto de alta gama de trabalho e com foco em desempenho.
  • Vermelho supermacio: um composto de baixa gama de trabalho e rápido, mas possui vida útil limitada.

 

COMO FOI UM ANO ATRÁS:

  • Vencedor: Hamilton (duas paradas: começou com macio, mudou para macio novamente na volta 14 e para médio na volta 33).
  • Melhor posição de uma estratégia alternativa: Massa que terminou em quinto (também parou duas vezes, mas começou com macio, mudou para médio na volta 13 e para médio novamente na volta 34).
  • A maioria dos pilotos fez duas paradas, mas alguns também tentaram parar três vezes. A estratégia para corrida foi afetada por um safety car, o que estendeu a vida útil dos pneus.

 

PAUL HEMBERY, DIRETOR DE MOTORSPORT DA PIRELLI:

  • “A China tem um tipo de circuito bem diferente dos dois em que já tivemos neste ano, ainda que a escolha dos pneus tenha sido a mesma. Isso reforça a versatilidade dos nossos produtos para lidar com uma vasta gama de circunstâncias. Xangai tende a ser uma corrida relativamente tranquila, mas a natureza do lugar faz com que qualquer coisa seja possível. Dessa forma, as equipes terão que manter suas mentes abertas no que se refere à estratégia e cuidadosamente correlacionar os dados obtidos nos treinos livres com as eventuais condições de corrida. Os três compostos selecionados permitiram diferentes opções táticas até agora. Esperamos uma ampla variedade de estratégias mais uma vez na China.”

Pirelli - GP da China