Pirelli: estratégia ideal no GP da Malásia tem somente um pit-stop

A fornecedora de pneus da Fórmula 1, Pirelli, destacou a estratégia ideal para o GP da Malásia, acreditando que a abordagem de apenas uma parada seguindo, largando com pneus supermacios e depois calçando os macios, será a mais rápida para os pilotos.

A Pirelli selecionou os compostos supermacio, macio e médio para liderar com as demandas do circuito de Sepang, que tem seções de alta velocidade.

Com as condições de pista seca prevalecendo, o top 10 largará com pneus supermacios, com os demais livres para escolher com qual composto disputarão o primeiro ‘stint’.

Em teoria, a estratégia ideal para a corrida de 56 voltas, com degradação sob controle, é uma perna de 15 a 23 voltas nos supermacios, antes de correr até a bandeira quadriculada calçando os macios.

Se a degradação dos supermacios for maior do que o esperado, uma estratégia de duas paradas pode ser uma opção “interessante”, fazendo dois ‘stints’ de supermacios (12 e 16 voltas), seguido por um ‘stint’ calçando macios.

A Pirelli não espera que o composto médio seja usado durante a corrida, por conta da grande diferença de desempenho para os pneus macios.