Pirelli desenvolve composto reserva para a próxima temporada

A Pirelli revelou que desenvolveu um conjunto de compostos reserva no caso dos carros de 2017 na Fórmula 1 estiverem em um nível de desempenho diferente do que se espera, especialmente com novas regras aerodinâmicas entrando em vigor.

A fabricante de pneus passou por um programa de testes completo com a Mercedes, Ferrari e Red Bull durante a temporada de 2016, com carros modificados com níveis de downforce aumentados o suficiente para simular os níveis esperados de 2017, com pneus 25% mais largos.

Mas como reserva, a Pirelli homologou compostos caso circunstâncias imprevistas entrem em jogo, o que só se tornará aparente quando os verdadeiros níveis de desempenho dos carros de 2017 forem testados.

“Os compostos, em particular, fazem uso de materiais inteiramente novos e uma filosofia de projeto completamente nova”, disse uma declaração da Pirelli. “Depois de um programa de testes muito positivo com os novos tamanhos, a Pirelli decidiu homologar adicionalmente um composto de apoio ao lado de cada um dos cinco novos compostos básicos”.

“Esses compostos extras são formulados usando critérios mais tradicionais em comparação com os novos compostos básicos. Para a primeira parte do campeonato, apenas os compostos base de nova geração foram selecionados”.

“Os compostos reservas poderiam ser introduzidos mais tarde durante a temporada para responder a quaisquer requisitos específicos, assim que os níveis reais de desempenho dos carros de 2017 forem identificados”.