Perez toma duas punições e largará em 18º em Cingapura

Sergio Perez recebeu uma punição combinada de oito posições no grid de largada por duas infrações separadas no treino classificatório em Cingapura.

Perez foi investigado por alegadamente não ter diminuído significantemente para bandeiras amarelas quando Romain Grosjean, da Haas, bateu na Curva 10 durante a fase final do Q2.

Mais além na volta, mais bandeiras amarelas eram mostradas quando Jenson Button parou sua McLaren na área de escape da Curva 16, tendo raspado no muro algumas curvas antes.

O mexicano da Force India foi considerado culpado por ter quebrado o regulamento ao ultrapassar Esteban Gutierrez enquanto bandeiras amarelas estavam sendo mostradas, antes de completar sua volta.

“Perez falhou ao não reduzir sua velocidade significantemente e por não estar preparado para mudar de direção ou parar se necessário quando bandeiras amarelas duplas foram mostradas nas Curvas 9 e 10”, confirmaram os comissários.

“Os comissários levaram em consideração o fato de que o piloto tinha duas curvas em que era necessário reduzir significantemente e falhou em fazer isto e ambas eram curvas cegas. Incluindo uma curva onde o acidente aconteceu e onde o carro danificado ainda estava na barreira de proteção”.perez

“O piloto não teria como saber se a pista estaria completamente ou parcialmente bloqueada e/ou fiscais na pista ou na lateral dela”.

Por esta quebra de regulamente, Perez perdeu cinco posições no grid de largada, bem como tendo três pontos adicionados à sua licença, seus primeiros no período de 12 meses.

Por ultrapassar Gutierrez, Perez perdeu mais três posições, fazendo com que sua punição total fosse de oito posições.

“Estou desapontado em receber a punição porque eu tirei significantemente o pé para as bandeiras amarelas durante o Q2”, disse.

O mexicano, que passou para o Q3, agora cairá para a 18ª posição do grid.