Patrocinadores suecos podem ter salvo a semana da Sauber

A Sauber contrariou os rumores viajando para Xangai a fim de disputar o GP da China deste fim de semana.

Enfrentando problemas financeiros óbvios, foi dito que a equipe suíça poderia ficar sem dinheiro para correr na China, com os funcionários também aguardando seus pagamentos de março.

Mas o tabloide suíço ‘Expressen’ alega que a Sauber está segura pelo menos para China e Rússia – as duas próximas etapas – graças aos patrocinadores de Marcus Ericsson, que também pagaram os funcionários.

O relato disse que os salvadores são indivíduos ligados à Tetra Pak, uma companhia de embalagens, e à marca de moda H&M (Hennes & Mauritz), ambas suecas. Porém, Eje Elgh, empresário de Ericsson, não confirmou a notícia.

“Eu tenho de questionar a credibilidade de informações que são tiradas completamente do ar”, declarou ele à emissora sueca ‘Viasat’. “O projeto de Marcus Ericsson não tem nada a ver com a Hennes & Mauritz ou a Tetra Pak”.

“Não posso comentar a situação financeira da Sauber porque não tenho conhecimento dela. Só sei que eles estão trabalhando duro para resolver os problemas. O fato da equipe já estar na China se preparando para o fim de semana prova que eles irão solucionar a crise que estão enfrentando há algum tempo”.