Pat Symonds revela ser fã da equipe Haas

O diretor-técnico da Williams, Pat Symonds, revelou sua admiração pela equipe americana Haas apesar de fazer as equipes independentes parecerem ruins.

Em sua primeira temporada na F1, a Haas fez uma parceria com a Ferrari, tendo alguns de seus funcionários e componentes “não listados”. Muitos dizem que foi a principal razão de conseguirem somar 18 pontos nas três primeiras corridas, algo inédito.

Em comparação, a Williams e outras equipes independentes coletaram dados, sem a ajuda de ninguém, bem como criaram tudo em seus carros quase completamente a partir do zero, algo que Symonds diz ser o porquê de terem sido tão bem sucedidos em suas três primeiras corridas.

“Eu acho que foi fantástico”, disse ele à ‘Sky Sports’. “As pessoas podem saber o que eu sinto da maneira que a Haas fez essas coisas, o que foi totalmente legal, e são o que as regras permitem que você faça”.

“Acho que isso mancha um pouco o status de ser um construtor. Mas boa sorte para eles, assim são as regras. Eles a usaram bem”.

“O que realmente me impressionou foi que eles não apenas produziram um bom carro, mas correram bem e isso é uma coisa muito difícil para uma equipe nova fazer”.

“Acho que têm pessoal da Ferrari, mas também recrutaram muita gente nova para a F1 que não estavam lá antes e estão fazendo um bom trabalho”.