Pascal Wehrlein espera uma Manor melhor em Xangai

Pascal Wehrlein diz que a Manor ainda não mostrou o seu verdadeiro potencial sobre uma volta após sua impressionante apresentação no GP do Bahrain.

O novato Wehrlein terminou em 13º em Sakhir já que a Manor mostrou avanços com o motor Mercedes. Um momento notável na corrida foi uma transmissão de rádio de Kevin Magnussen da Renault, se queixando que o MRT05 era “como um foguete na reta”, enquanto estava preso atrás de Wehrlein.

O GP da China tem a reta mais longa do calendário, mas também uma variedade de curvas de baixa e de alta velocidade, uma área onde Wehrlein acredita que a Manor pode melhorar.

“Foi engraçado ouvir sobre esses comentários de Magnussen durante a corrida”, disse Wehrlein. “Era verdade, o carro foi muito rápido nas retas e há algumas boas aqui em Xangai”.

“O que sabemos a partir de Bahrain, porém, é que há mais algum trabalho a fazer para ter um carro melhor durante a volta. Ainda há muito que podemos fazer para melhorar o ajuste e aqui precisamos de um bom compromisso entre retas e curvas. É uma pista muito desafiadora, por isso estou ansioso para começar”.