Para Ericsson, Haas e Toro Rosso serão as principais rivais da Sauber em 2018

Marcus Ericsson afirmou que Haas e Toro Rosso serão as principais rivais da Sauber em 2018, mas pensa que Renault e Force India também serão desafiadas em algumas corridas.

NA temporada 2017 a Sauber frequentou a parte de trás do grid, equipados com uma unidade de potência da Ferrari versão antiga.

Com um acordo programado para correr com motores Honda em 2018, Frederic Vasseur se juntou à equipe e prontamente “cancelou” o acordo com a japonesa e assinou por vários anos com a Ferrari para usar os motores atualizados.

Na próxima temporada, Ericsson acredita que a Sauber terá bons ganhos e será um pouco mais competitiva em relação as outras equipes.

“Estamos competitivos  comparados com a Haas e a Toro Rosso”, disse ele ao site ‘Autosport’.

“Acho que a próxima temporada será muito imprevisível em algumas corridas.

“Poderemos ir muito bem e, em alguns pontos, também podemos desafiar Renault e Force India”, acrescentou.

“O objetivo é simplesmente entrar no grupo de equipes que estão pelotão intermediário – mas é claro que haverá um briga muito aberta GP após GP.

“Quero estar na melhor forma possível para encontrar o desempenho que esteve desaparecido em 2017”, concluiu o sueco.

A temporada 2018 será a quinta de Ericsson na Fórmula 1, a quarta com a Sauber. Ele será acompanhado pelo monegasco e protegido da Ferrari Charles Leclerc, vencedor do título na Fórmula 2.