Novo sistema de classificação pode não ser aceito pelo Conselho Mundial

O novo formato da classificação da Fórmula 1 pode não acontecer. Anteriormente, as mudanças visando misturar o grid foram aprovadas pela Comissão da F1, mas Bernie Ecclestone disse ao jornal ‘Independent’ que seus programadores não teriam tempo de deixar tudo pronto para Melbourne.

Maurizio Arrivabene, chefe da Ferrari, admite que não gostou muito das alterações. “Na minha opinião, ainda é necessário entender se vai aumentar o entretenimento ou será um fiasco”, disse ele ao jornal ‘La Stampa’.

De qualquer maneira, Ecclestone afirmou que o novo formato também foi uma solução de compromisso, já que as equipes recusaram sua ideia real dos grids invertidos. Agora, ele declarou ao Christian Sylt, jornalista de F1 da ‘Forbes’: “Vamos ver se as mudanças que foram anunciadas serão anuladas”.