Nico Rosberg deixa a China com 36 pontos de vantagem

Nico Rosberg diz que ele não ficou sabendo de todo o drama que aconteceu atrás dele enquanto o piloto da Mercedes corria até a vitória do GP da China.

Rosberg, que largou na pole, perdeu a liderança para Daniel Ricciardo logo na largada, mas retomou a posição quando a Red Bull teve um furo no pneu.

Rosberg dominou, enquanto seus principais rivais Sebastian Vettel, Kimi Raikkonen e Lewis Hamilton tiveram todos que se recuperar de toques logo no começo da prova.

Vettel e Raikkonen colidiram na Curva 1 e recuperaram-se para terminar em segundo e quinto, enquanto Hamilton ficou em sétimo depois de perder sua asa dianteira.

“A largada não foi muito boa”, admitiu Rosberg depois da corrida. “Daniel (Ricciardo) teve uma largada realmente boa, mas eu tinha um carro realmente rápido hoje e eu estava me sentindo bem. Eu o ataquei logo e então consegui colocar uma grande vantagem depois disto”.

“Eu não vi nada (acontecendo atrás de mim). Eu apenas sabia da distância. Eu apenas sabia que eu tinha que tentar aumenta-la o máximo possível, e estou feliz que deu certo”.

Rosberg diz que ele não tem planos especiais para celebrar sua vitória.

“Nós teremos uma festa na garagem, que será uma grande diversão, já que todos merecem isto”, disse Rosberg. “Mas então eu irei logo para casa da minha família. Mal posso esperar para vê-los”.

Rosberg deixa a China com 36 pontos de vantagem na liderança sobre seu companheiro de equipe Hamilton.