Nasr lamenta falha no motor o que lhe custou duas posições no grid

Brasileiro superou companheiro, mas diz que poderia ter ido ainda melhor, mas foca as Manors.

Após o incrível nono lugar no Brasil Nasr voltou a viver o pesadelo com o carro da Sauber. O brasileiro até vinha fazendo um treino bom, no Q1 chegou até aparecer no top 10, mas acabou sendo superado e vai largar apenas em 19°.

Chateado com o resultado, Nasr garantiu que poderia ter ido melhor, pois sofreu com uma falha no meio da volta.

“Foi uma boa volta. Conseguimos encaixar três setores e o único problema que tive foi uma falha de motor entre uma reta e outra, que nos custou quase dois décimos. Mesmo assim, não seria suficiente de chegar ao Q2, mas pelo menos em 17º dava para ter ficado”, disse.

Fazendo marcação nas Manors para não deixar elas passarem a Sauber no mundial dos construtores, Nasr confirma que o objetivo é esse.

“Esse é o nosso objetivo (lutar contra a Manor), até a linha de chegada de amanhã não tem nada acabado, temos que manter e garantir essa posição no campeonato, quero que a equipe continue focada nisso, todo mundo para fazer um trabalho bom amanhã. Como já falei, nada é impossível e a gente precisa garantir o nosso amanhã”, finalizou.

Seu companheiro Marcus Ericsson vai largar em 22° e última colocação no grid.