Nasr admite que sair da Sauber é uma possibilidade

Felipe Nasr minimizou as sugestões que certamente vai deixar a Sauber no final da temporada.

Com a equipe suíça se debatendo numa óbvia dificuldade financeira, e a relação de Nasr com o companheiro Marcus Ericsson atingindo o fundo do poço, relatos recentes sugeriram que o brasileiro pretende levar o seu patrocinador para outros lugares em 2017.

Mas o brasileiro já disse que não descarta permanecer na Sauber.

“A minha primeira escolha ainda está aqui (Sauber), é claro”, disse ele. “É a equipe com a qual tenho um contrato até o final do ano”.

“Eu tenho que analisar as minhas opções e ver o que é possível, mas não podemos descartar a Sauber”, acrescentou Nasr.

No entanto, os rumores persistem não só que o relacionamento de Nasr com Ericsson acabou após a colisão e as controversas ordens de equipe em Mônaco, mas que há também uma tensão entre ele e a chefe da equipe, Monisha Kaltenborn.

O piloto brasileiro admitiu que tem “mais de uma opção” para 2017.