“Muro dos campeões” no Canadá terá seu ângulo modificado

O Circuito Gilles Villeneuve em Montreal está passando por melhorias para o GP do Canadá deste ano.

A maioria dos circuitos de Fórmula 1 tem aumentado seus mecanismos de segurança para atender aos carros mais rápidos e maiores velocidades de curva sob as regras de 2017.

Apesar do traçado do circuito de Montreal não ser alterado, um trabalho substancial está ocorrendo em suas barreiras de proteção.

A maioria dos guard-rails e dos 5.000 pneus será removida e substituída por barreiras TecPro.

Estas barreiras vermelhas e brancas feitas de polietileno são preenchidas com plástico, espuma e às vezes areia, e oferecem uma dispersão de energia significativamente maior quando um carro bate nelas.

A FIA também pediu para as tradicionais áreas de brita sejam substituídas por asfalto como visto em outras pistas da F1.

O famoso “Muro dos Campeões” (o muro de concreto localizado na saída da última chicane) terá seu ângulo modificado, já que a FIA o considerou perigoso.

Guindastes, carregadeiras, caminhões e motoniveladoras estão agora em ação nas curvas 1, 2, 5, 13 e 14. Mais tarde, o trabalho começará nas curvas 7, 8, e 10.

Uma barreira SAFER (Steel and Foam Energy Reduction) – usada na maioria das pistas ovais da Indy e NASCAR – irá substituir os velhos guard-rails de aço na curva 5.

O promotor espera que o trabalho seja concluído em meados de maio.

O GP do Canadá acontece dos dias 9 a 11 de junho em Montreal.