Muito confusas, FIA ajusta sistema de punições do grid para 2018

O sistema de punições no grid da Fórmula 1 será ajustado na próxima temporada com o intuito de tornar as coisas menos confusas para os fãs, anunciou a FIA.

Após discussões no Conselho Mundial de Automobilismo (WMSC) da FIA na quarta-feira, foi revelada uma nova estrutura que deve acabar com as confusões dos fãs vêm para entender os grids finais quando várias penalizações são aplicadas.

A partir de agora, qualquer piloto que receber uma punição de mais de 15 lugares no grid, equivalente a ter três elementos novos da unidade de potência pela primeira vez, simplesmente terá de largar no final do grid.

Ao invés das posições dos pilotos com penalizações múltiplas serem definidas por quantos lugares no grid eles perderam, o alinhamento será baseado na ordem em que as trocas de componentes foram realizadas.

Uma declaração da FIA afirmou: “A mudança no sistema de punição das unidades de potência também foi aprovada; se um piloto perder mais de 15 posições, ele será obrigado a largar no fim do grid”.

“Se mais de um piloto receber tal punição, eles serão alinhados no fim do grid na ordem em que as infrações foram cometidas”.