Monza espera resolver contrato nas próximas semanas

Monza, a histórica sede do GP da Itália, ainda está enfrentando um futuro incerto no calendário anual da Fórmula 1.

Recentemente, parecia que os problemas de fundos haviam sido resolvidos graças a um ajuste da lei, mas soube-se na semana passada que a última reunião entre os organizadores e Bernie Ecclestone não correu bem.

Roberto Maroni, presidente regional da Lombardia, admite que um acordo ainda não foi fechado.

“Não pode haver F1 sem Monza, como eu reiterei a Ecclestone junto com milhares de assinaturas (de uma petição)”, declarou ao ‘La Gazzetta dello Sport’. “Agora, temos de dar o último passo a fim de garantir que a história continue como deve”.

Maroni disse que a região apoia totalmente a corrida e o lendário Autodromo Nazionale, portanto “espero que esse compromisso possa convencer Ecclestone a assinar a renovação nas próximas semanas”.