Modelo que deu bandeirada antes da hora esclarece que foi instruída incorretamente

A modelo que recebeu a tarefa de acenar a bandeira quadriculada para terminar a corrida em Montreal disse que foi avisada quando dar a bandeirada.

A modelo Winnie Harlow, que participou da corrida como parte da comitiva de Lewis Hamilton, foi trazida para o pórtico de controle de corrida nas últimas voltas, tendo sido convidada a agitar a bandeira quadriculada para concluir a corrida.

No entanto, com os pilotos passando sob o pórtico para iniciar a volta 70, eles ficaram confusos ao ver a bandeira sendo acenada uma volta cedo demais. Sebastian Vettel, ainda no primeiro setor da pista em sua última volta, entrou no ar solicitando que os oficiais da corrida não acenem a bandeira antes da hora.

Embora o erro de Harlow tenha causado alguma controvérsia nas redes sociais, ela não é culpada pelo incidente, pois diz que foi avisada quando agitar a bandeira. De fato, vendo a filmagem dela agitando a bandeira, é óbvio que as autoridades no pórtico com ela não estão fazendo nenhuma tentativa para detê-la.

Embora o erro não tenha tido repercussões sérias em termos do resultado, o potencial para fazê-lo estava lá. Os regulamentos fazem com que a corrida tenha terminado oficialmente no final da volta 68.

Harlow, em sua conta no Instagram, deixou claro que ela sente que não pode ser culpada pelo incidente.