Mercedes vê resolução dos problemas de Hamilton como prioridade

Resolver o problema do MGU-H que Lewis Hamilton sofreu nas duas últimas corridas é a “mais alta prioridade” para a Mercedes, de acordo com o diretor técnico Paddy Lowe.

O MGU-H de Hamilton falhou durante o Q1 na China e no Q3 na Rússia, comprometendo a sua posição de largada nas duas últimas corridas.

“A maior prioridade é ter o problema do MGU-H resolvido, por ter sido uma falha repetida nos últimos dois fins de semana de corrida”, disse Lowe. “A equipe tem trabalhado dia e noite para entender e estamos visando resolver logo”.

Hamilton disse que “a equipe tem trabalhado 24 horas por dia nisso, desde que voltaram da Rússia, por isso estou confiante de irão resolver os problemas que tive”.

Nico Rosberg também teve uma falha em seu MGU-K durante a corrida na Rússia. Outro problema na classificação para qualquer um dos carros da equipe – ou uma repetição de largadas lentas de Hamilton em três das quatro primeiras corridas – é especialmente indesejável no Circuito da Catalunha.

“A classificação e a largada também serão importantes, pois é notoriamente difícil de ultrapassar neste circuito”, disse Lowe.

“Há um ditado comum na F1 que se você for rápido em Barcelona, será rápido em todos os lugares”, acrescentou. “Isto faz com que seja uma referência importante da temporada para ver onde você está, em termos de desempenho, já que a maioria das equipes estará trazendo uma série de atualizações”.

“Claro, todos nós estivemos neste circuito já em 2016, durante os testes de inverno – mas é uma pista muito diferente em maio em comparação como estava em março”.