Melbourne altera circuito para receber “nova” Fórmula 1

O circuito Albert Park de Melbourne passará por várias revisões antes do GP da Austrália de 2017 a fim de acomodar a nova geração de carros mais rápidos da Fórmula 1.

De acordo com os dados da FIA fornecidos à Corporação do GP da Austrália, a velocidade no meio das curvas de média e alta será entre 20 e 50 km/h mais alta, os pontos de freada serão de 20 a 30 metros mais curtos e os tempos de três a quatro segundos mais baixos.

Isso provocou várias revisões relacionadas à segurança, com a barreira de pneus nas curvas 1, 6 e 14 sendo remodelada e a colocação de barreiras de alta velocidade Tecpro no valor de 100 mil dólares australianos na curva 12.

A barreira Tecpro será usada em um trecho de 80 metros na saída do veloz complexo das curvas 11 e 12, onde espera-se que os carros de 2017 atinjam 225 km/h na saída da curva – significando uma potencial velocidade de impacto de 130 km/h se um piloto perder o traçado.

Nos outros pontos, o foco foi remodelar as barreiras de pneus, com a largura duplicada em seções das curvas 1 e 6. A maior alteração é na curva 14, onde a área de escape inteira no final da zona de freada passará de três fileiras de pneus para seis.