McLaren desmente assento quebrado de Alonso

A McLaren desmentiu os relatos de que o assento de carbono de Fernando Alonso se quebrou em seu forte acidente no GP da Austrália.

Foi relatado nesta semana que, em meio às alegações sobre a quebra do assento por causa das forças de 46 G, a FIA havia lançado uma investigação com o intuito de aprender com o incidente.

“Sim, o assento rachou, mas não se quebrou; porém, vamos trocá-lo de qualquer maneira”, declarou um porta-voz da McLaren nesta quarta-feira.

“O fato do assento ter rachado, mas não se quebrado, significa que ele fez bem o seu trabalho – especificamente, se flexionou de modo útil, como foi projetado para fazer, e absorveu grande parte da energia do acidente”.