Max Verstappen vai ficar na Red Bull até o final de 2020

Max Verstappen concordou com uma extensão de seu contrato que o deixará na Red Bull por mais três anos, até a temporada de 2020, foi anunciado pela equipe antes do início das atividades para o Grande Prêmio dos Estados Unidos.

Verstappen assinou com a Red Bull no meio de 2014, em meio a bons performances na Fórmula 3, e fez sua estreia na Fórmula 1 no ano seguinte, com a Toro Rosso.

Depois de impressionar com o time júnior, em meio às dificuldades de Daniil Kvyat, Verstappen foi promovido para a Red Bull no início de 2016, fazendo sua estreia na equipe durante o Grande Prêmio da Espanha.

Verstappen conquistou recentemente outra vitória, dominando na Malásia, e perseguiu Lewis Hamilton da Mercedes durante as voltas finais no Japão.

Rumores o colocavam na Mercedes ou Ferrari para 2019, quando o mercado de pilotos abrirá, mas optou por assinar um novo acordo com a Red Bull.

Verstappen disse: “A Red Bull sempre mostrou sua fé em mim através de ações.

“Convidando-me para o programa de jovens pilotos quando tinha 16 anos, depois me dando início na Fórmula 1 quando tinha apenas 17 anos, e então a oportunidade de correr com a Red Bull.

“Eles sempre me apoiaram e compartilhamos da mesma ambição.

“Seu apoio, desde os caras da fábrica ao pessoal dos boxes, não importa o que aconteça na pista, sempre foi 100 por cento.

“Nós também já tivemos momentos engraçados!

“Estou muito feliz em comprometer-me mais com a Red Bull e estou ansioso para trabalhar em conjunto para obter mais sucesso nos próximos anos.”

O futuro de Daniel Ricciardo ainda não foi definido.