Massa lidera primeiro dia da segunda semana em Barcelona

Felipe Massa liderou o primeiro dia da segunda semana de testes para a temporada 2017 da Fórmula 1.

A Williams que enfrentou dificuldades na primeira semana de testes em meio a vários incidentes com Lance Stroll, foi brilhante no dia de hoje com Massa registrando o tempo de 1:19.726s com pneus supermacios ainda no teste da manhã.

O tempo do brasileiro não foi superado durante os testes da tarde a medida que as condições da pista foram alternando, fazia mais frio e o tempo estava nublado. Massa acumulou boa quilometragem com o FW40, completando 168 voltas.

Daniel Ricciardo, da Red Bull, ficou em segundo lugar, 0,174s atrás de Massa. Tempo que ele conquistou ainda nos testes da manhã utilizando pneus ultramacios.

Sebastian Vettel melhorou seu tempo na sessão da tarde, terminando apenas 0,006s de seu ex-companheiro de equipe, Daniel Ricciardo. Vettel rodou com pneus macios e deu também 168 voltas.

Lewis Hamilton terminou em quarto lugar com a Mercedes, antes de entregar a seu companheiro de equipe Valtteri Bottas, que terminou em quinto,  ambos os pilotos registrando seus melhores tempos com pneus macios.

Esteban Ocon realizou testes com a Force India e ficou em sexto, com 142 voltas, a frente de Nico Hülkenberg da Renault que assumiu o lugar de Jolyon Palmer para o teste da tarde.

Palmer deu apenas 15 voltas na manhã de hoje, após ter problemas com o RS17 e ir para os boxes.

Hülkenberg parou na pista com problemas durante o minuto final do teste, fazendo com que a sessão acabasse um pouco mais cedo.

Kevin Magnussen da Haas ficou em oitavo lugar, a frente de Daniil Kvyat. O piloto russo acrescentou muita quilometragem para Toro Rosso após os dramas de ‘confiabilidade’ da semana passada.

A McLaren enfrentou problemas já que o MCL32 de Stoffel Vandoorne exigiu uma mudança de sua unidade de potência após a Honda detectar uma falha elétrica.

Vandoorne conseguiu voltar a pista e terminou o dia em 10º lugar completando 80 voltas, na tentativa de recuperar o tempo perdido.

Pascal Wehrlein teve seu primeiro ‘gostinho’ com a Sauber C36, já que esteve fora dos testes da semana passada devido a lesão sofrida no acidente com Felipe Massa na Corrida dos Campeões.

Wehrlein completou 47 voltas durante a sessão da manhã pela Sauber, antes de seu companheiro Marcus Ericsson assumir a tarde.

  1. Massa (Williams) – 1:19.726s – supermacios (168 voltas)
  2. Ricciardo (Red Bull) – 1:19.900s – ultramacios (89 voltas)
  3. Vettel (Ferrari) – 1:19.906s – macios (168 voltas)
  4. Hamilton (Mercedes) – 1:20.456 – macios – (49 voltas)
  5. Bottas (Mercedes) – 1:20.924s – macios (86 voltas)
  6. Ocon (Force India) – 1:21.347s – supermacios (142 voltas)
  7. Hülkenberg (Renault) – 1:21.589s – macios (58 voltas)
  8. Magnussen (Haas) – 1:21.676s – macios (81 voltas)
  9. Kvyat (Toro Rosso) – 1:21.743s – macios (83 voltas)
  10. Vandoorne (McLaren) – 1:22.537s – macios (80 voltas)
  11. Wehrlein (Sauber) – 1:23.336s- macios (47 voltas)
  12. Ericsson (Sauber) – 1:23.630s – macios (53 voltas)
  13. Palmer (Renault) – 1:24.790 – macios (15 voltas)