Magnussen quer se manter na Haas em 2019

Kevin Magnussen está desfrutando de uma sensação de estabilidade, graças a um período de dois anos com a equipe americana da Haas.

Até agora, o dinamarquês vem tirando bom proveito do novo carro do time, o Haas VF-18, estando no topo do “meio do grid” e tendo sido mais rápido do que o companheiro de equipe, Romain Grosjean, em algumas oportunidades.

Magnussen se sente confiante com o atual cenário e diz não sentir nenhuma pressão negativa.

“Acho que sempre tive confiança. A diferença é que estava sempre muito mais pressionado. Eu estava super pressionado na McLaren e foi o mesmo na Renault, porque o carro era muito ruim. Agora estou em um bom lugar na minha carreira, com uma equipe que me apoia 100 por cento”, disse Magnussen ao jornal “BT”.

O dinamarquês fez parte do programa de jovens pilotos da McLaren e em 2014 foi contratado pela equipe para ser piloto titular, junto do colega campeão Jenson Button. Mas ao fim da temporada, Magnussen foi rebaixado à piloto reserva e de testes da equipe, sendo substituído por Fernando Alonso.

Agora aos 25 anos de idade, o piloto ressalta a importância da estabilidade em sua carreira.

“É realmente a primeira vez em toda a minha carreira, que estive no mesmo time por dois anos consecutivos. Não há muito a dizer sobre o meu contrato. Eles (Haas) têm uma opção em mim e espero que eles a usem”, disse o piloto.

Kevin Magnussen, portanto, tem grande expectativa em continuar na equipe Haas de Fórmula 1 em 2019.