Lewis Hamilton vence corrida agitada no GP de Mônaco

Quando você menos espera, Lewis Hamilton é aquele cara que dá o pulo do gato e surpreende geral. Em Mônaco, largando em terceiro, ele arriscou com as mudanças das condições de pista, que começou com chuva, para vencer a segunda etapa europeia da temporada. Pole-position, Daniel Riccardo terminou a prova na segunda colocação e Sergio Perez fechou o pódio com a Force India.

A prova que começou com muita chuva e terminou com a água voltando a aparecer, teve ainda outras surpresas na zona de pontuação com Fernando Alonso terminando em quinto logo atrás de Sebastian Vettel. Nico Hulkenberg colocou a segunda Force India em sexto e Nico Rosberg, líder da temporada, foi apenas o sétimo.

Na oitava posição aparece a Toro Rosso com Carlos Sainz, que foi seguido por Jenson Button, colocando a segunda McLaren na zona de pontuação, e o brasileiro Felipe Massa, fechando os dez primeiros com a Williams.

Detalhes da prova

Marcado pela chuva logo em seu início, o GP da Mônaco começou com o safety-car na pista, como uma medida de segurança da direção de prova. Logo no fim da primeira volta, o piloto Daniil Kvyat teve que entrar nos boxes para trocar o volante e acabou perdendo uma volta da prova em relação ao pelotão.  O carro de segurança deixou a pista na volta 7, dando início às disputas na prova.

No fechamento da volta 8, Jolyon Palmer perdeu o controle de sua Renault na reta de largada e bateu no guard-rail, abandonando a prova e provocando um safety-car virtual, que apenas limita a velocidade, sem a presença do carro físico e segurança na pista. A prova retomou na volta 10, quando o brasileiro Felipe Nars já havia feito uma troca nos boxes mudando dos pneus de chuva forte para chuva intermediária.

Depois de errar no grampo e quebrar a asa dianteira, o finlandês Kimi Raikkonen teve que abandonar a prova. Os líderes estavam assim: Riccardo, Rosberg, Hamilton, Vettel, Hulkenberg, Carlos Sainz, Sergio Perez, Alonso, Bottas e Gutierrez.

Dos líderes, o primeiro a fazer sua entrada nos boxes foi o alemão Vettel, que na volta 15 trocou para os pneus intermediários, voltando na 11ª colocação – Alonso entrou na sequência, no giro 16. Nas duas voltas seguintes, Hulkenberg e Bottas fizeram suas paradas, no momento que Rosberg deixava Hamilton assumir a segunda colocação, em um claro jogo de equipe. Com Riccardo disparando na ponta, Hamilton apresentava melhor ritmo de corrida e, por isso, mais condições de tentar uma recuperação.

A corrida ficou interessante com Massa optando em estender sua primeira perna de corrida, com pneus para chuva forte, e tendo que administrar a pressão de Vettel, já de pneus intermediários, por 6 voltas, até que o brasileiro fez sua parada na volta 22, junto com Rosberg. No mesmo momentos, Kevin Magnussen e Kvyat se envolveram em uma confusão, em mais uma manobra atrapalhada do piloto da Toro Rosso – ambos conseguiram voltaram para a prova.

Na altura da volta 23, o sol começou a dar as caras no Principado, indicando que a pista secaria em breve. Após 25 voltas, as posições estavam assim: Hamilton (sem parada), Riccardo, Rosberg, Perez, Vettel, Hulkenberg, Sainz, Alonso, Gutierrez e Verstappen.

Assim como Massa, o inglês Hamilton também optou por arriscar um primeiro trecho de corrida mais longo com pneus para pista molhada – a estratégia da Mercedes foi segurar o piloto na pista até o momento possível para calçar pneus macios. O primeiro a arriscar os compostos de pista seca foi Ericsson, da Sauber, na volta 31.

Hamilton entrou nos boxes na volta 32 e arriscou para os pneus ultramacios de pista seca. Na mesma volta, todos os demais pilotos também foram entrando nos boxes para trocar para os pneus de pista seca. No giro 33, Riccardo entrou nos boxes para a sua parada, mas um erro grotesco da Red Bull, que misturou os compostos da parte dianteira e traseira, fez o piloto perder muito tempo e, com isso, perder a posição para Hamilton.

Após as paradas, as posições ficaram assim: Hamilton, Riccardo, Perez, Vettel, Alonso, Rosberg, Hulkenberg, Sainz, Verstappen e Button.

Com um carro claramente mais rápido, Riccardo voltou a pressionar Hamilton, agora os dois com pneus de pista seca. A disputa entre os dois foi bastante agitada, com Riccardo decidido em partir para cima do inglês. Vestappen, que havia batido na classificação voltou a errar em Mônaco e, após perder o controle do carro na subida do Cassino, teve que abandonar após ficar no guard-rail na volta 35. Com o abandono de Max, o brasileiro Massa subiu para 11º.

Enquanto Massa deixava Gutierrez para trás e entrava na zona de pontuação, o outro brasileiro, Nars, iniciou uma conversa tensa com a equipe por telefone, que exigia que ele abrisse caminho para Ericsson. O brasileiro não aceitou a manobra e o suíço, em uma manobra infeliz, tentou ultrapassar o Nars e os dois acabaram se tocando. Depois de passar pelo pit, Felipe teve que abandonar a prova na volta 53. Ericsson deixou a prova no giro 55.

Na volta 61, a previsão apontou possibilidade de chuva dentro de um período de 10 voltas, o que tornaria o fim da prova sob pista molhada. A chuva, porém, começou a dar as caras apenas na volta final, sem impactar no resultado final da prova, marcada pela vitória de número 180 da Inglaterra na Fórmula 1.

 

Confira o resultado do GP de Mônaco:

20160529_monacogp_race

  • Rodolfo

    Massa, sempre Massa… Ohhh decepção, nem numa corrida dessas! Que saudades de um tal Senna!

    • Fernando Vaz

      Se tu entende de F1 deveria saber que o carro dele é horrível nesse tipo de pista e ainda mais horrível no molhado.

  • Jmqrz

    Massa bem atras do Mexicano com uma Force India….o que ele vai reclamar agora???? Do carro, da pista dos peneus ou do combustivel????

    • Fernando Vaz

      Deixa de ser retardado, não entende de F1? Se entende deveria saber que o carro da Williams é horrível nesse tipo de pista, ainda mais horrível no molhado, tanto que o companheiro dele terminou em décimo segundo. Se ele falar mau do carro ele ta certissimo.

      • Jmqrz

        E voce entende do que o vagabundo? Quem eh bom faz qulquer negocio com qualquer carro.