Kimi Raikkonen sofre com dirigibilidade do seu carro

Kimi Raikkonen admitiu um “dia difícil” ao sofrer com a dirigibilidade da Ferrari SF16-H durante os treinos livres para o GP do Canadá no Circuito Gilles Villeneuve.

Raikkonen foi o oitavo mais rápido no segundo dia de treinos desta sexta-feira, mais de um segundo atrás de Lewis Hamilton, da Mercedes, enquanto seu companheiro Sebastian Vettel terminou como segundo.

Raikkonen ficou decepcionado depois de um dia no qual admitiu que ele ficou insatisfeito com a pegada do seu carro.

“Está obviamente longe do ideal”, disse. “Nós sofremos para conseguir sentir o carro. Este é um daqueles dias difíceis. Nós queremos fazer a dirigibilidade do carro melhor. Nós não conseguimos”.

“Este é um daqueles dias onde mudamos tudo e nada parece funcionar exatamente como esperávamos. Tentamos muitas coisas e precisaremos revisá-las para amanhã”.