James Allison pode estar de saída da Ferrari

James Allison parece destinado a sair da Ferrari, de acordo com o respeitado diário esportivo italiano ‘Gazzetta dello Sport’.

Apesar de Maurizio Arrivabene, chefe da equipe, ter negado furiosamente os rumores quando eles surgiram pela primeira vez há algumas semanas, o correspondente Luigi Perna agora relatou que há fundamento por trás dos comentários nos bastidores de Maranello.

De acordo com o jornal italiano, o relacionamento entre a Ferrari e seu diretor técnico Allison está cada vez mais distante, particularmente após a morte da esposa do britânico no começo deste ano. Ele vem viajando regularmente entre Maranello e o Reino Unido, onde seus filhos vivem, alimentando rumores de que poderia retornar à Renault.

“A pergunta é: quem preencherá o seu lugar?” questionou Perna. “O nome de Ross Brawn está circulando, tendo sido repetidamente associado ao Cavallino”, acrescentou ele, referindo-se ao ex-diretor técnico da Ferrari, que está aposentado no momento.

No entanto, Perna afirmou: “Na verdade, Brawn recusou ofertas para retornar à Fórmula 1 e não estaria disponível para um cargo tão exigente. Sem mencionar que a categoria mudou nos vários anos em que ele esteve fora”.

O ‘Gazzetta dello Sport’ disse que uma promoção interna de alguém como Simone Resta é mais provável, ou a contratação de James Key, da Toro Rosso. Mas o relato sugeriu que é crucial que a Ferrari acerte seu gerenciamento, já que Sebastian Vettel – apesar de confirmado para 2017 – está buscando certas garantias antes de renovar seu contrato.