Honda: “Nenhuma outra equipe quer nossos motores”

Uma segunda equipe beneficiaria a Honda na Fórmula 1, mas nenhuma delas está interessada, de acordo com Yusuke Hasegawa, chefe de competição da companhia japonesa.

As outras três fabricantes da F1 fornecem motores para pelo menos duas equipes. No ano passado, a Honda foi mencionada como potencial parceira da Red Bull, porém como último recurso quando a equipe ficou sem opções em sua tentativa de romper com a Renault.

Com as grandes dificuldades que vem enfrentando desde que retornou à F1 com a McLaren em 2015, a Honda nunca escondeu que, para conseguir um progresso mais rápido e compreender melhor sua unidade de potência, se associar a uma equipe adicional seria o ideal.

Entretanto, McLaren e Honda concordaram em ter uma parceria assim, mas Hasegawa revelou que nenhuma outra equipe está interessada no momento.

“Creio que, do ponto de vista técnico, é bom ter uma segunda equipe, ter mais chances de usar os motores”, declarou Hasegawa. “É claro que custa um pouco mais e precisamos preparar os engenheiros, mas eu ficaria feliz em ter uma segunda equipe se houvesse a oportunidade”.

“Contudo, também não estamos suficientemente fortes neste momento. Não há nenhuma equipe que queira ter um motor Honda. Precisamos esperar. Eu tenho de mudar a situação”.