Honda busca segunda equipe para fornecer motores

A Honda ainda está aberta a fornecer motores para uma equipe cliente na Fórmula 1.

Essa é a afirmação de Yusuke Hasegawa, chefe da marca japonesa na categoria, apesar de Ron Dennis estar determinado a impor o aparente direito à exclusividade da McLaren.

Entretanto, a FIA acha que as fabricantes devem fornecer motores para mais do que uma única equipe de fábrica, e Hasegawa declarou à ‘Auto Motor und Sport’ da Alemanha: “Se tivermos os recursos, não há nada que impeça uma segunda equipe”.

“Dessa maneira, você gera mais dados, experiência e aprende mais rapidamente. Porém, em nossa situação atual, não há muitas equipes que querem o nosso motor, e todas elas já têm sua fornecedora”.

“Contudo, estamos planejando expandir nossa organização para que, quando houver interesse, possamos fornecer motores a uma segunda equipe”, concluiu Hasegawa.