Hockenheim negocia para continuar recebendo o GP da Alemanha

O chefe de Hockenheim admitiu que está em negociações com Bernie Ecclestone sobre o futuro do GP da Alemanha. Após a ausência do país do calendário da Fórmula 1 no ano passado, Georg Seiler e uma delegação alemã estavam no paddock de Barcelona para agitar o interesse na corrida de julho.

Os pilotos alemães posaram em suas redes sociais com um cartaz com a hashtag “F1 Ist zurueck” (a F1 está de volta), mas Hockenheim na verdade só tem um acordo para 2016 e depois novamente para 2018.

Ecclestone disse que Nurburgring não está em posição para sediar a corrida do próximo ano, por isso Seiler salienta que estava em Barcelona para conversar com o seu “amigo de longa data”.

“Ele (Ecclestone) tem suas ideias, nós temos nossas limitações, e em algum lugar no meio, temos que nos encontrar”, afirmou Seiler à agência de notícias ‘SID’.