Heineken pode ter salvo o GP da Itália

Bernie Ecclestone afirma que o novo acordo de patrocínio da Fórmula 1 com a Heineken vai “provavelmente” aumentar as chances de manter o GP da Itália em Monza.

O novo acordo com a empresa de cerveja, anunciado em Montreal na quinta-feira, começará oficialmente este ano no GP da Itália, em setembro, o último evento sob o contrato atual do circuito. Monza recebeu um GP em todos os anos, exceto um, desde que o campeonato começou em 1950.

“Isso provavelmente vai ajudar (Monza)”, disse Ecclestone à ‘ESPN’, salientando que a fabricante irá patrocinar o GP. “Todas as pessoas que estão envolvidas concordam com algo – todas elas querem salvar a corrida”.

Ele acrescentou: “Cabe a eles. Eles têm um contrato. Eles têm uma caneta, creio eu, agora”. Quando foi posto a Ecclestone que o desejo geral de manter Monza no calendário não é uma garantia de que a corrida vai ser salva, ele respondeu: “Não, definitivamente”.