Hamilton vence na última volta após toque com Rosberg

Mais uma vez os dois pilotos da Mercedes se tocaram, porém o piloto alemão dessa vez se deu mal e a vitória ficou com Hamilton.

Parecia mais uma daquelas corridas monótonas na história da F1, Rosberg se aproximava de mais uma vitória, aumentando a vantagem sobre seu companheiro, até que na última volta tudo mudou. Hamilton tentou ultrapassar Rosberg e o alemão fechou a porta, os dois se tocaram e o líder do campeonato acabou ficando com a asa quebrada, deixando a vitória no colo do inglês.

Com a asa quebrada, Rosberg perdeu a segunda e a terceira colocação, terminando em quarto. O restante do pódio foi composto pelo jovem Max Verstappen, que fez uma excelente corrida, como Kimi Raikkonen em terceiro. A surpresa também foi a excelente corrida de Pascal Wehrlein, que com a fraca Manor, terminou na décima colocação, marcando o primeiro ponto para a equipe.

A corrida

Na largada Hamilton pulou na frente, seguido por Jenson Button, Raikkonen e Hulkenberg. Rosberg ultrapassou Ricciardo e subiu para quinto. Kvyat abandonou logo no começo com problemas em seu carro.

Raikkonen começou a pressionar Button, em busca pela segunda colocação, enquanto Rosberg pressionava Hulkenberg, até conseguir na volta seis, assumindo a quarta posição, Verstappen e Vettel também passaram pr Hulk na sequência. E na volta sete, finalmente Kimi conseguia a segunda colocação.

Na volta seguinte, Rosberg também superou Button. Na volta 10 começaram as trocas. Hulk e Button foram os primeiros a parar, depois foi Bottas e Sainz na mesma balada. No giro seguinte, Rosberg foi para a troca, colocando pneus macios, para conseguir fazer um stint mais longo. Massa que largou dos boxes, estava em décimo primeiro quando foi para os boxes e colocou pneus macios.

Enquanto Hamilton ia tranquilo na frente, Raikkonen se esforçava para tirar a diferença de quase cinco segundos. A chuva começou a se aproximar, já começando a cair algumas gotas na reta dos boxes. Nasr, que largou de pneus macios, fazia uma excelente prova, estando na oitava colocação.

Na volta 22, Hamilton finalmente foi para os boxes e teve um problema em sua troca, perdendo muito tempo, com isso, na volta, Rosberg voltou à sua frente.

Na volta 27, o pneu traseiro de Vettel, estourou no meio da reta e acabou batendo no muro, provocando a entrada do Safety Car. O piloto da Ferrari ainda não tinha parado para fazer a troca. Durante o Safety Car, os carros passavam por dentro do pitlane, enquanto a reta dos boxes estava sendo limpada.

No final da volta 31, o Safety Car retornou aos boxes e na relargada, Rosberg se mandou na frente, deixando Hamilton para trás. Nico começou a abrir em relação ao seu companheiro.

44 voltas depois da largada, Nasr finalmente foi para os boxes, retornando para a pista com pneus supermacios. Hamilton começou a se aproximar de Rosberg, que já tinha os pneus bem mais desgastados. Na volta 54, a diferença entre os dois era de um segundo, até que, na volta seguinte, o inglês antecipou seu pit-stop para tentar superar Rosberg, quando parasse, no giro seguinte, Rosberg foi e voltou à frente de Lewis. A diferença nesta parada é que o piloto do carro 44 colocou pneus macios, enquanto o do carro 6, colocou supermacios, que teoriacamente é mais rápido, porém, se desgasta muito rápido também.

Na volta 61, Rosberg ultrapassou Verstappen que estava na liderança, deixando a encrenca para Hamilton, duas voltas depois, o tricampeão do mundo também realizou a ultrapassagem no jovem da Red Bull.

Felipe Massa que estava fazendo uma corrida discreta, abandonou na volta 65, Hulkenberg e Alonso também abandonaram, enquanto isso, Raikkonen se aproximava de Verstappen, em busca do pódio e Hamilton pressionava Rosberg em busca da vitória.

Na última volta tudo aconteceu, Hamilton foi pra cima de Rosberg com tudo, o alemão fechou a porta e o inglês saiu da pista e quando voltou, os dois se tocaram, quebrando a asa dianteira, Hamilton assumiu a ponta, vencendo a prova, a segunda colocação ficou com Max Verstappen, seguido por Kimi Raikkonen. Nico Rosberg, se arrastando, terminou ainda na quarta colocação.

Confira o resultado do GP da Áustria:

1 – Lewis Hamilton – Mercedes – 71 voltas
2 – Max Verstappen – Red Bull/Tag Heuer – +5.719s
3 – Kimi Raikkonen – Ferrari – +6.024s
4 – Nico Rosberg – Mercedes – +16.710s
5 – Daniel Ricciardo – Red Bull/Tag Heuer – +30.981s
6 – Jenson Button – McLaren/Honda – +37.706s
7 – Romain Grosjean – Haas/Ferrari – +44.668s
8 – Carlos Sainz Jr. – Toro Rosso/Ferrari – +47.400s
9 – Valtteri Bottas – Williams/Mercedes – +1 volta
10 – Pascal Wehrlein – Manor/Mercedes – +1 volta
11 – Esteban Gutierrez – Haas/Ferrari – +1 volta
12 – Jolyon Palmer – Renault – +1 volta
13 – Felipe Nasr – Sauber/Ferrari – +1 volta
14 – Kevin Magnussen – Renault – +1 volta
15 – Marcus Ericsson – Sauber/Ferrari – +1 volta
16 – Rio Haryanto – Manor/Mercedes – +1 volta

Não completaram
Sérgio Perez – Force India/Mercedes
Fernando Alonso – McLaren/Honda
Nico Hulkenberg – Force India/Mercedes
Felipe Massa – Williams/Mercedes
Daniil Kvyat – Toro Rosso/Ferrari

  • Kelvin yuri batistini

    Hamilton e fera…excelente manobra!