Hamilton vence em Austin e deixa o campeonato ainda vivo

Mesmo com a segunda colocação de Rosberg, o inglês faz a lição de casa e o campeonato segue aberto. Massa termina em sétimo.

Lewis Hamilton fez o que tinha que fazer para ainda tentar brigar pelo tetracampeonato. O inglês venceu o GP dos EUA de ponta a ponta, garantiu sua 50º vitória na carreira e diminuiu em 10 pontos sua desvantagem para Nico Rosberg, que teve dificuldades no início da prova, mas conseguiu terminar em segundo.

Felipe Massa fez uma boa corrida e terminou na sétima colocação, enquanto Felipe Nasr terminou em 15º.

A corrida

Na largada Hamilton manteve a ponta e Rosberg perdeu a posição para Daniel Ricciardo, Massa subiu para sétima colocação. Verstappen também superou Sebastian Vettel, enquanto Bottas tinha um pneu furado e foi para os boxes.

Com a batida com o Bottas na largada, Hulkenberg acabou abandonando.

Hamilton abria e mantinha 2,5 segundos em relação ao Ricciardo que tinha 1,5 segundos para Rosberg.

As primeiras paradas começaram a acontecer na volta 10, com Verstappen já parando para colocar pneus macios. Ricciardo também tinha parado.

Uma volta depois foi a vez de Rosberg parar e colocar pneus médios. Hamilton parou na volta 12 e continuou com pneus macios. Com as paradas, Vettel ficou na liderança momentânea, pois ainda não tinha feito seu pit stop, enquanto Verstappen ultrapassava Kimi Raikkonen.

Na volta 15, Vettel finalmente foi para os boxes e a liderança voltou para as mãos de Lewis Hamilton. Duas voltas depois, Verstappen colou em Nico Rosberg, em busca da terceira colocação.

Na volta 25 começaram a segunda janela de pit stop, Raikkonen inaugurou parando primeiro, logo depois foi a vez de Ricciardo também parar.

Verstappen resolveu parar sem avisar a equipe, com isso, quando parou os mecânicos não estavam esperando, fazendo o holandês perder muito tempo na parada.

Duas voltas depois, Verstappen ia lento na reta oposta e falou via rádio que estava com problemas no motor, seria fim de prova para o holandês.

Com a parada do Verstappen, o Safety Car Virtual foi acionado, Hamilton aproveitou e fez sua segunda parada, Rosberg seguiu Hamilton e parou logo na sequência.

Rosberg voltou à frente de Ricciardo, retornando para a segunda colocação.

O Safety Car Virtual foi desligado três voltas depois. E Raikkonen começou a atacar a terceira colocação que pertencia a Ricciardo.

Na volta 39, Raikkonen fez seu terceiro pit stop e quando saía, a equipe não fixou a roda traseira direita de seu carro, o que obrigou o finlandês a abandonar.

Massa seguia na briga por bons pontos, ele brigava pela quinta colocação com o Carlos Sainz. Alonso também se aproximava desta briga. Nesta briga tripla, Massa acabou errando e Alonso ganhou a posição do brasileiro, os dois chegaram a se tocar, mas nenhum problema nos dois carros. Voltas depois, Massa teve um pneu furado e teve que parar, retornando ainda na sétima colocação.

Nas voltas finais, Rosberg começou a se aproximar de Hamilton, mas o inglês estava controlando bem a distância.

Com a vitória, Hamilton diminuiu a diferença no campeonato para Rosberg de 33 para 23 pontos.

Confira o resultado do GP dos EUA:

corrida-usa

  • Sauber Mercedes

    No México, Nico Rosberg terá a primeira chance de ser campeão. Se o alemão da Mercedes #6 vencer a prova e Hamilton não pontuar, o campeonato de 2016 estará decidido a favor de Rosberg. Com 51 pontos de vantagem e restando duas provas para o término (50 pontos em disputa), o alemão não pode ser superado pelo seu colega de equipe.