Hamilton: proteção do cockpit é a modificação mais feia da F1

Lewis Hamilton criticou o protótipo de proteção do cockpit que a Ferrari testou no Circuito da Catalunha, em Barcelona, na quinta-feira como a “modificação mais feia” na história da Fórmula 1.

Kimi Raikkonen testou um projeto, que envolve o cockpit apoiado em três pontos, para permitir a instalação e dar visibilidade ao piloto, a caminho da sua potencial introdução para 2017.

O dispositivo que vem sendo chamado de ‘halo’ pela Fórmula 1 é o conceito preferido, tendo sido descrito como a “melhor solução” pelo presidente da Associação dos Pilotos (GPDA), Alexander Wurz, porém alternativas estão também sendo estudadas.

Raikkonen reportou depois da sua rápida experiência que o impacto foi “surpreendentemente pequeno”, mas o tricampeão Hamilton usou as redes sociais para expressas suas preocupações.

“Por favor, não!”, postou Hamilton em sua conta no Instagram. “Esta é a modificação mais feia na história da Fórmula 1. Eu aprecio a jornada pela segurança, mas isto é Fórmula 1, e como está agora (cockpits abertos) é perfeitamente bom”.

A Ferrari realizou o teste em conjunto com a FIA.