Hamilton mantém a hegemonia, vence tranquilo e se aproxima de Rosberg

Inglês vence pela quarta vez em casa e fica a apenas quatro pontos da liderança do campeonato.

Lewis Hamilton foi absoluto desde o início do final de semana, o inglês liderou todos os treinos e venceu o GP da Grã-Bretanha de forma tranquila, não foi ameaçado em nenhum momento. Agora Lewis ficou a quatro pontos de diferença para Nico Rosberg, que chegou em segundo. Max Verstappen completou o pódio, em terceiro. Felipe Massa lutou bastante, mas terminou apenas na décima primeira colocação.

Choveu muito em Silverstone um pouco antes da largada e depois o sol saiu. Mas choveu o suficiente para encharcar a pista. A direção da prova decidiu optar por uma largada atrás do Safety Car.

A pista tinha trechos muito molhados e parte bem secas, a direção de prova decidiu que todos os carros saíssem com pneus de chuva, de faixa azul.

Depois de cinco voltas, o Safety Car retornou aos boxes e foi dada a bandeira verde. Na largada, Hamilton se manteve na ponta, seguido por Rosberg, Verstappen e Ricciardo, um monte de gente foi para os boxes para trocar os pneus para intermediários.

Na volta seguinte, Ricciardo decidiu ir para os boxes, e os dianteiros permaneceram na pista. Wehrlein foi o primeiro a escapar e abandonar. Com isso, foi acionado o Safety Car Virtual.

Na volta 8, os dois carros da Mercedes decidiram irem juntos para os boxes e aqueles que não tinham parado, aproveitaram e fizeram a troca para pneus intermediários.

Com a estratégia, Massa subiu da décima segunda, para a oitava colocação, ficando à frente de seu companheiro de equipe. Bottas, ao tentar defender sua posição de Hulkenberg, acabou rodando sozinho. O finlandês conseguiu retornar para a pista, mas acabou perdendo três colocações.

Hulkenberg tentava de todas as formar superar o Massa, mas a pista estava muito difícil para quem tentasse sair do trilho seco.

Na volta 16, Vettel foi o primeiro a colocar pneus slicks, no mesmo momento em que Verstappen superava o Rosberg em uma manobra muito bonita.

Muitos já paravam para colocar os slicks. Incluindo Hamilton, Rosberg e Ricciardo, com isso a liderança ficou com Max Verstappen.

No giro seguinte, Verstappen foi para os boxes também, enquanto Vettel rodava sozinho.

Na volta 25, Alonso rodou e quase bateu, o espanhol conseguiu sair da caixa de brita e retornou para a prova. Felipe Nasr conseguiu fazer uma bela ultrapassagem em cima de Valtteri Bottas.

Muitos carros escapavam na curva um, inclusive Hamilton, o inglês saiu da pista, mas retornou sem perder posições.

Um pouco depois começava uma das batalhas mais intensas da prova, Rosberg começou a pressionar Verstappen, em busca da segunda colocação. O alemão da Mercedes tentava de todas as formas, mas o holandês se mantinha a frente. Até que na volta 38, Rosberg conseguiu superar o carro da Red Bull.

Nas voltas finais, Rosberg começou a reclamar de problemas o cambio, com isso, Verstappen voltou a se aproximar, mas nāo o suficiente para tirar a dobradinha da Mercedes.

Hamilton vence mais uma vez, seguido por Rosberg e Verstappen. Massa finalizou em décimo primeiro e Nasr, décimo sexto.

Pós corrida, dois pilotos foram punidos, Rosberg, por ter sido ajudado pela equipe via rádio, perdeu 10 segundos, caindo de segundo para terceiro e Vettel, por conta da manobra em Felipe Massa, caindo de nono para décimo.

Confira como ficou o resultado do GP da Grã-Bretanha:

1 – Lewis Hamilton – Mercedes – 52 voltas
2 – Max Verstappen – Red Bull/Tag Heuer – +8.250s
3 – Nico Rosberg – Mercedes – +6.911s*
4 – Daniel Ricciardo – Red Bull/Tag Heuer – +26.211s
5 – Kimi Raikkonen – Ferrari – +1:09.743s
6 – Sérgio Perez – Force India/Mercedes – +1:16.941s
7 – Nico Hulkenberg – Force India/Mercedes – +1:17.712s
8 – Carlos Sainz Jr. – Toro Rosso/Ferrari – +1:25.858s
9 – Daniil Kvyat – Toro Rosso/Ferrari – +1:32.600s
10 – Sebastian Vettel – Ferrari – +1:31.654s*
11 – Felipe Massa – Williams/Mercedes – +1 volta
12 – Jenson Button – McLaren/Honda – +1 volta
13 – Fernando Alonso – McLaren/Honda – +1 volta
14 – Valtteri Bottas – Williams/Mercedes – +1 volta
15 – Felipe Nasr – Sauber/Ferrari – +1 volta
16 – Esteban Gutierrez – Haas/Ferrari – +1 volta
17 – Kevin Magnussen – Renault – +1 volta

Não completaram

Jolyon Palmer – Renault
Rio Haryanto – Manor/Mercedes
Romain Grosjean – Haas/Ferrari
Marcus Ericsson – Sauber/Ferrari
Pascal Wehrlein – Manor/Mercedes

*Punidos pós corrida em 10 segundos.

  • Flavio Henrique

    Com essas atitudes a Mercedes só faz queimar o filme de Nico Rosberg , a Mercedes tem que da às mesmas condições pros dois aí agente sabe quem é o melhor.