Haas afirma que diferença para rivais é “realmente deprimente”

Gene Haas diz que a diferença entre sua equipe e as três líderes do campeonato é “ realmente deprimente”.

A Haas é sétima na classificação dos construtores com 29 pontos na metade de sua segunda temporada na Fórmula 1, com o melhor final um sexto na Áustria com Romain Grosjean.

Grosjean terminou confortavelmente à frente das rivais do pelotão intermediário naquela corrida, mas estava mais de um minuto atrás do Mercedes de Valtteri Bottas no final e foi 1,2 segundos mais lento que o finlandês na fase de classificação.

Haas disse que ficou desconcertado quando a Mercedes, Ferrari e Red Bull possam estar “anos-luz” à frente do resto do pelotão.

“Acho que temos dois bons pilotos no momento, ambos marcaram pontos, o carro é muito bom”, disse Haas ao site ‘Autosport’.

“Mas o que nos envolve é o fato de estarmos de um a dois segundos atrás dos carros mais rápidos”.

“Francamente, não entendemos (como) podemos estar tão longe com o que consideramos ser um equipamento de ponta”.

“Além das três principais equipes, todas estão nessa situação. Isso para mim é provavelmente o maior problema agora, que as três principais equipes estão anos luz à frente de todas as outras”.

“Elas também são as equipes que desenvolvem seus próprios motores, transmissões e chassi, por isso há uma vantagem inerente ao fazer isso”.

“Como superamos isso? Francamente, não há resposta para isso, o que é realmente deprimente”.