Gutierrez: “As circunstâncias limitaram nosso cronograma”

Pode-se dizer que a Haas F1 Team esteve irreconhecível durante o quarto dia de testes da pré-temporada 2016, ocorrido nesta quinta-feira (25), no circuito da Catalunha. Esteban Gutiérrez foi para a pista espanhola, onde realizou o cronograma de apenas 26 voltas e foi o mais lento do período, cravando 1min29s088.

Sobre a queda de desempenho da Haas, o mexicano tentou explicar as suas razões durante a coletiva de imprensa pós-treino. “Tivemos um dia produtivo, se nós consideramos as circunstâncias”, argumentou.

“Foram as circunstâncias que limitaram o nosso cronograma. Obviamente, tivemos alguns problemas com o carro no fim da sessão da manhã”, descreveu. “Isso interrompeu os nossos planos. Pois tínhamos que investigar o que motivou a falha na confiabilidade. É por isso que eu achei o cronograma como bom, ideal”, respondeu.

“Os caras têm trabalhado muito duro para preparar o nosso carro para a pista. E conseguimos ter uma boa quantidade de voltas. Isso nos rendeu uma boa quantidade de dados que devem ser utilizados já para a próxima semana”, finalizou.

Sobre os problemas de confiabilidade relatados por Esteban Gutiérrez, o chefe de equipe da Haas, Gunther Steiner, confirmou que as falhas ocorreram com o motor V6 Turbo da Ferrari instalado no VF-16. “Tivemos uma pane no ECU e por isso, optamos por parar os treinos deste dia”, respondeu.

“Em geral, o primeiro teste foram quatro dias fantásticos para nós. Isso porque somos uma equipe nova, temos poucos dias de idade”.