Guia F1 2018: Com nove títulos mundiais, Williams está longe dos seus tempos de glória

Continuando nosso “Guia F1 2018” da F1Mania, trazemos a nove vezes campeã mundial Williams. É bem verdade que a britânica está longe de sua forma ideal há alguns anos e, para a temporada de 2018, apostou na dupla mais jovem do grid da F1: Lance Stroll com 19 anos de idade e Sergey Sirotkin, 22 anos. O polonês Robert Kubica, que disputou intensamente uma vaga como titular na equipe para 2018 perdendo para Sirotkin, será piloto reserva e de desenvolvimento.

Guia F1 2018: Haas vai brigar para estar no pelotão intermediário

Equipe: Martini Williams Racing
Sede: Grove, Inglaterra
Carro: FW41
Motor: Mercedes
Vitórias: 114
Poles: 128
Voltas rápidas: 133
Mundiais de Construtores: 9 (1980, 81, 86, 87, 92, 93, 94, 96 e 97)
Mundiais de Pilotos: 7 (1980, 82, 87, 92, 93, 96 e 97)
Chefes de equipe: Frank Williams; Ed Wood (técnico)
Pilotos atuais: Sergey Sirotkin (#35); Lance Stroll (#18)

Williams FW41 - Londres
Foto: Divulgação/ Williams F1

Fundado em 1977 por Frank Williams e Patrick Head, a equipe competiu pela primeira vez na F1 em 1978 e acumula mais de 100 vitórias na categoria (114), feito alcançado apenas por Ferrari e McLaren.

Damon Hill e Jacques Villeneuve foi a última dupla que levou o caneco para o time de Grove em 1997, com Alan Jones e Carlos Reutemann os primeiros campões da Williams em 1980, mesmo ano que Jones sagrava-se campeão mundial de F1. Nigel Mansell e Nelson Piquet também fizeram história por lá. O “Leão” foi campeão mundial em 1992 e ajudou o time a vencer em 1986, 87, 92 e nas últimas três corridas de 1994.

O grande “Nelsão” também fez história na britânica. Campeão mundial em 1987, ao lado de Mansell, também somou pontos importantes na conquista de 1986 e, claro, 1987.

Os tempos de glória da Williams acabaram em 1997, com o último título de construtores e Villeneuve campeão mundial. Com a saída da Renault da F1 nesse ano, a Williams passou a usar motores não-oficiais da fabricante francesa remarcados como Mecachrome/ Supertec sem chances alguma de vitória nos anos de 1998 e 1999, terminando em 3º e 5º no mundial de construtores respectivamente.

Sergey Sirotkin - Williams - F1 Barcelona
Foto: LLUIS GENE / AFP

Motores usados pela Williams, posição no grid, pontos:

2000 – BMW – Pos 3º / 36 pontos
2001 – BMW – Pos 3º / 80 pontos
2002 – BMW – Pos 2º / 92 pontos
2003 – BMW – Pos 2º / 144 pontos
2004 – BMW – Pos 4º / 88 pontos
2005 – BMW – Pos 5º / 66 pontos
2006 – Cosworth – Pos 8º / 11 pontos
2007 – Toyota – Pos 4º / 33 pontos
2008 – Toyota – Pos 8º / 26 pontos
2009 – Toyota – Pos 7º / 34.5 pontos
2010 – Cosworth – Pos 6º / 69 pontos
2011 – Cosworth – Pos 9º  / 5 pontos
2012 – Renault – Pos 8º / 76 pontos
2013 – Renault – Pos 9º  / 5 pontos
2014 – Mercedes – Pos 3º / 320 pontos
2015 – Mercedes – Pos 3º / 257 pontos
2016 – Mercedes – Pos 5º / 138 pontos
2017 – Mercedes – Pos 5º / 83 pontos

 

Pilotos campeões mundiais com a Williams:

Alan Jones (Austrália) 1980
Keke Rosberg (Finlândia) 1982
Nelson Piquet (Brasil) 1987
Nigel Mansell (Inglaterra) 1992
Alain Prost (França) 1993
Damon Hill (Inglaterra) 1996
Jacques Villeneuve (Canadá) 1997

 

Duplas campeãs de construtores pela Williams:

1980 – Alan Jones e Carlos Reutemann
1981 – Alan Jones e Carlos Reutemann
1986 – Nigel Mansell e Nelson Piquet
1987 – Nigel Mansell e Nelson Piquet
1992 – Nigel Mansell e Ricardo Patrese
1993 – Alain Prost e Damon Hill
1994 – Damon Hill e David Coulthard (Ayrton Senna)
1996 – Damon Hill e Jacques Villeneuve
1997 – Damon Hill e Jacques Villeneuve

 

Para a temporada de 2018 a Williams apresentou o FW41, também empurrado pelos motores Mercedes. Trata-se do primeiro carro inteiramente sobre instruções de Paddy Lowe (ex-Mercedes), que destacou a briga intensa para liderar o pelotão intermediário e manter-se na quinta posição dos construtores.

“Os três melhores times estão na mesma direção, então você tem a Force India, que no ano passado fez um trabalho fantástico e nos venceu no campeonato, a McLaren com seu novo motor, eles vão ser uma ameaça e também a Renault que está chegando, já são seis das nove equipes que vamos lutar, então não existe nada garantido”, disse Lowe.

Durante os testes da pré-temporada em Barcelona, a Williams foi a equipe com o tempo de volta mais lento no geral: 1min19.189s com Sirotkin vestindo os macios. É bem verdade que os tempos dos testes não estão diretamente relacionados ao desempenho dos carros durante as corridas, e a Williams certamente “comemora” esse fator. Mas a Austrália está logo aí, na regressiva hoje (12 de março, segunda-feira) temos 13 dias para a corrida em Melbourne.

 

 

A temporada da F1 2018 começa no dia 22 de março (quinta-feira) com o primeiro treino livre na Austrália às 22h00.

Confira os horários da F1 na Austrália, sempre em TEMPO REAL com a F1Mania (horários de Brasília):

Dia 22 março (quinta-feira): Treino Livre 1 (22h às 23h30)
Dia 23 março (sexta-feira): Treino Livre 2 (02h às 03h30)
Dia 24 março (sábado): Treino Livre 3 (00h às 01h)
Dia 24 março (sábado): Qualificação (03h às 04h)
Dia 25 março (domingo): Corrida (largada às 02h10)

 

 

Pré-temporada 2018 F1 – Tempos combinados:

1) Sebastian Vettel (Ferrari) 1m17.182s / Pneus HS
2) Kimi Raikkonen (Ferrari) 1m17.221s / Pneus HS
3) Fernando Alonso (McLaren-Renault) 1m17.784s / Pneus HS
4) Daniel Ricciardo (Red Bull-Renault) 1m18.047s / Pneus HS
5) Carlos Sainz Jr (Renault) 1m18.092s / Pneus HS
6) Kevin Magnussen (Haas-Ferrari) 1m18.360s / Pneus SS
7) Pierre Gasly (Toro Rosso-Honda) 1m18.363s / Pneus HS
8) Lewis Hamilton (Mercedes) 1m18.400s / Pneus US
9) Romain Grosjean (Haas-Ferrari) 1m18.412s / Pneus US
10) Valtteri Bottas (Mercedes) 1m18.560s / Pneus US
11) Nico Hulkenberg (Renault) 1m18.675s / Pneus HS
12) Stoffel Vandoorne (McLaren-Renault) 1m18.855s / Pneus HS
13) Brendon Hartley (Toro Rosso-Honda) 1m18.949s / Pneus HS
14) Esteban Ocon (Force India-Mercedes) 1m18.967s / Pneus HS
15) Charles Leclerc (Sauber-Ferrari) 1m19.118s / Pneus HS
16) Sergey Sirotkin (Williams-Mercedes) 1m19.189s / Pneus S
17) Marcus Ericsson (Sauber-Ferrari) 1m19.244s / Pneus HS
18) Robert Kubica (Williams-Mercedes) 1m19.629s / Pneus SS
19) Sergio Perez (Force India-Mercedes) 1m19.634s / Pneus HS
20) Max Verstappen (Red Bull-Renault) 1m19.842s / Pneus S
21) Lance Stroll (Williams-Mercedes) 1m19.954s / Pneus S
22) Nikita Mazepin (Force India-Mercedes) 1m25.628s / Pneus M

Pneus: HS (hipermacios), SS (supermacios), US (ultramacios), S (macios), M (médios)

 

Número de voltas e distância percorrida por piloto(km):

1. Sebastian Vettel /643 Voltas / Km 2992,74
2. Valtteri Bottas /584 Voltas / Km 2717,601
3. Lewis Hamilton /456 Voltas / Km 2122,271
4. Pierre Gasly /452 Voltas / Km 2102,963
5. Carlos Sainz Jr /444 Voltas / Km 2065,956
6. Max Verstappen /419 Voltas / Km 1950,108
7. Marcus Ericsson /411 Voltas / Km 1913,101
8. Kevin Magnussen /380 Voltas / Km 1768,291
9. Charles Leclerc /375 Voltas / Km 1745,765
10. Esteban Ocon /372 Voltas / Km 1731,284
11. Brendon Hartley /370 Voltas / Km 1721,63
12. Daniel Ricciardo /364 Voltas / Km 1694,277
13. Sergey Sirotkin /354 Voltas / Km 1647,616
14. Nico Hulkenberg /351 Voltas / Km 1633,135
15. Lance Stroll /343 Voltas / Km 1596,128
16. Stoffel Vandoorne /336 Voltas / Km 1563,948
17. Sergio Perez /317 Voltas / Km 1475,453
18. Romain Grosjean /314 Voltas / Km 1460,972
19. Kimi Raikkonen /286 Voltas / Km 1330,643
20. Fernando Alonso /263 Voltas / Km 1224,449
21. Robert Kubica /122 Voltas / Km 567,977
22. Nikita Mazepin /22 Voltas / Km 102,976

 

Número de voltas e distância percorrida por equipe (km):

1. Mercedes /1040 Voltas / Km 4839,872
2. Ferrari /929 Voltas / Km 4323,383
3. Toro Rosso /822 Voltas / Km 3824,593
4. Williams /819 Voltas / Km 3811,721
5. Renault /795 Voltas / Km 3699,091
6. Sauber /786 Voltas / Km 3657,257
7. Red Bull /783 Voltas / Km 3642,776
8. Force India /711 Voltas / Km 3308,104
9. Haas /694 Voltas / Km 3229,263
10. McLaren /599 Voltas / Km 2786,788

 

Número de voltas e distância percorrida por motor (km):

1. Mercedes /2570 Voltas / Km 11958,088
2. Ferrari /2409 Voltas / Km 11209,903
3. Renault /2177 Voltas / Km 10130,264
4. Honda /822 Voltas / Km 3824,593