Grosjean: “A Haas começa do zero a cada corrida”

Romain Grosjean declarou que sua equipe, a novata Haas, começa do zero a cada final de semana com corridas, apesar do início promissor da equipe na temporada deste ano.

A Haas, primeira nova equipe a ingressar na Fórmula 1 desde 2010, conquistou um sexto lugar em sua estreia no GP da Austrália com Grosjean que também terminou uma posição atrás no Bahrain, conseguindo a sétima colocação.

No GP da China, a Haas não obteve o desempenho dos GP’s anteriores ficando apenas na décima quarta colocação com Esteban Gutiérrez.

“Devemos controlar nossas expectativas”, disse Grosjean ao ‘Auto Motor and Sport’.

“Para nós cada corrida começa do zero. Mais ou menos começamos em todas as corridas com uma folha de papel em branco. Eu não tenho nenhuma referência do carro do ano passado pois não existia um.

“A Haas é um carro completamente diferente da Lotus, mas você pode transferir alguns conhecimentos. Então ajudo com minha experiência. Não esqueci meu cérebro na Lotus!”

Haas tem uma relação técnica com a Ferrari e Grosjean foi consequentemente ligado a equipe, já que o contrato atual de Kimi Haikkonen expira no final da temporada de 2016.

Grosjean insiste que ele continua focado em impulsionar a Haas para posições melhores no grid da Fórmula 1.

“Eu sonho com a Ferrari desde que tinha oito anos”, acrescentou. “No entanto, eu não fui para a Haas pensando em entrar pelas portas dos fundos na Ferrari.

“Eu acredito nesta equipe (Haas). E estou muito orgulhoso em ser o primeiro piloto a marcar pontos por uma equipe americana depois de 30 anos. Eu não estou com pressa. Tenho apenas 30 anos e ainda tenho muitos anos pela frente”.