Futuro da F1: Renault revela seu Concept para 2027

A Renault apresentou sua visão de como pode ser o visual de um carro de Fórmula 1 em 10 anos e pediu um foco maior nos pilotos.

A montadora francesa usou o salão do automóvel de Xangai para apresentar seu conceito R.S. 2027 – um carro de 600 kg com cockpit fechado que produz 1.340 hp, significando um relação peso-potência nunca vista antes na F1.

O conceito possui tração e direção nas quatro rodas. Ele seria impulsionado por um pequeno motor de combustão interna, mas com sistemas de baterias maiores quase cinco vezes mais potentes do que os utilizados atualmente na F1.

A Renault acredita que, mesmo com a tecnologia dos carros de rua devendo avançar significativamente nos próximos anos, é importante que a F1 mantenha o foco no piloto.

Portanto, apesar do conceito incluir um cockpit fechado, ele seria transparente, e a Renault propôs que os pilotos usassem capacetes transparentes a fim de que os fãs pudessem observá-los em ação.

O R.S. 2027 tem luzes LED ativas para melhorar sua estética, além de partes aerodinâmicas móveis, como asas ativas. No que diz respeito à segurança, o carro teria um santantônio de titânio ativado em caso de acidente.

Além do conceito, a Renault também propôs mudanças no formato da F1, sugerindo que os fãs teriam mais acesso à telemetria, com o “fanboost” inspirado na Fórmula E disponível para ajudar os pilotos nos estágios finais das corridas.

As propostas também incluem uma prova longa de 250 km e outra mais curta chamada “Final Sprint”. Os finais de semana teriam uma corrida noturna de estreantes, realizada na sexta-feira à noite para pilotos jovens e estreantes.