Force India deve perder o apoio da Sahara

A Force India deve perder a Sahara como uma das suas parceiras, com o conglomerado indiano planejando vender a sua participação na equipe de Fórmula 1.

O fundador e presidente da Sahara India Pariwar, Subrata Roy, está preso desde março de 2014 devido a um caso de fraude de investimentos que corre na Índia.

A fim de levantar o dinheiro que deve ser reembolsado aos investidores, a empresa solicitou ao Supremo Tribunal da Índia para vender ativos – incluindo sua participação na F1, juntamente com vários hotéis e quatro de suas aeronaves.

O valor total a ser levantado pela venda das ações da F1, hotéis e aeronaves é de aproximadamente 441 milhões de dólares.

A participação da Sahara na Force India

A Sahara tinha comprado 42,5% das ações da Force India em 2011, no valor de 100 milhões de dólares, com o chefe da equipe Vijay Mallya possuindo 42,5% e a família Mol mantendo os 15% restantes.

No ano passado, a marca Sahara foi muitas vezes substituída pelos logos da Telcel e Claro na lateral do carro.

Se a Sahara vender a sua participação, a equipe baseada em Silverstone pode sofrer uma mudança de nome em 2016.